was successfully added to your cart.

Ficar sentado demais é uma prática intimamente ligada ao sedentarismo, ou seja, a um quadro crônico de inatividade física ou de execução de atividades que exigem pouco gasto energético.

Permanecer muito tempo nesta posição acaba sendo prejudicial pois o corpo humano é uma “máquina” cuja natureza é se movimentar.

Nessas circunstâncias, gradualmente, ocorre atrofia das fibras musculares, perda de flexibilidade, diminuição da densidade óssea, além da alteração da resistência física. Fatores que favorecem o aparecimento das dores, lesões e doenças.

Quando permanecemos muito tempo sentados em uma posição incorreta, a tendência é gerar uma sobrecarga na coluna. Tal situação favorece a curvatura lombar, acentuando a lordose, o que pode causar dor e desgaste.

Cabe ressaltar, que ficar sentado por um longo período de tempo é prejudicial para a mente, elevando o risco de depressão e ansiedade. Esse problema é comum no ambiente de trabalho, sendo assim, é importante que o funcionário faça pequenas pausas para estimular o bem-estar e melhorar o rendimento profissional.

Procure levantar de hora em hora, fazer alongamentos e participar de algum tipo de atividade laboral durante o dia.

Fonte: www.exame.abril.com.br

Deixe um comentário